10 Maneiras De Controlar A Ansiedade Rapidamente

Viver com ansiedade nunca é fácil. Milhões e milhões de pessoas, assim como tu, lutam com a ansiedade diariamente, procurando maneiras de encontrar qualquer tipo de alívio.
O controle da ansiedade é um processo a longo prazo – e não algo que pode ser feito da noite para o dia. Mas existem maneiras de combater a tua ansiedade que podem ser integradas à tua vida.

Se estás a sofrer de ansiedade agora, ou sofres de ansiedade o suficiente para precisar de alívio imediato, tenta as seguintes estratégias de redução.

1. Controla a tua respiração 

Sintomas de ansiedade graves são frequentemente associados a maus hábitos respiratórios.
Controlar a respiração é a solução – e não é o que tu pensas. Mesmo que sintas que não podes respirar fundo,  precisas diminuir a velocidade e reduzir a respiração, não tentes acelerá-la ou respirar mais fundo. Faz respirações mais controladas, mais lentas, mais rasas, usando a seguinte técnica:
Inspira lenta e suavemente pelo nariz por cerca de 5 a 7 segundos.
Aguenta cerca de três ou quatro segundos.
Expira devagar e suavemente pelos lábios franzidos como se estivesses a assobiar, por cerca de 7 a 9 segundos.
Repete este exercício dez a vinte vezes.
Este método de respiração irá garantir que não hiperventiles (um problema comum daqueles com ansiedade) e ajudará a recuperar o equilíbrio de CO2 no teu corpo que cria muitos dos piores sintomas de ansiedade.

2. Fala com alguém amigável 

A redução eficaz da ansiedade é muitas vezes sobre distração, já que a tua mente pode ser o teu pior inimigo quando tens sintomas severos de ansiedade.
Uma técnica muito eficaz é conversar com alguém de quem gostas e confias, especialmente ao telefone. Não sejas tímido com relação à tua ansiedade – diz que te sentes ansioso e explica o que estás a sentir.
Falar com pessoas de que gostas mantém a tua mente longe dos sintomas, e a natureza de apoio de amigos e familiares dá um impulso adicional de confiança.
Se estás a sofrer de um ataque de pânico, isso também te ajuda a sentires-te mais confiante de que, se algo estiver errado, terás alguém que pode cuidar de ti.

3. Tenta algumas atividades aeróbicas

Durante períodos de ansiedade, o teu corpo está cheio de adrenalina. Colocar essa adrenalina na atividade aeróbica pode ser uma ótima maneira de melhorar porque o exercício tem inúmeras vantagens para controlar os sintomas de ansiedade:
  • O exercício queima as hormonas do stresse que criam sintomas de ansiedade
  • Cansa os músculos, reduzindo o excesso de energia e tensão.
  • O exercício ainda liberta endorfinas que melhoram o humor geral.
  • Força uma respiração mais saudável.
  • É um saudável distração.

 

A atividade aeróbica, como corrida leve ou mesmo caminhada rápida, pode ser extremamente eficaz na redução da gravidade dos sintomas de ansiedade, bem como da própria ansiedade.

4. Encontra o que te relaxa 

Já existem coisas na tua vida que te relaxam. Não os evites nem tentes lutar contra eles. Em vez disso, faz as atividades o mais rápido possível. Por exemplo, se achas que um banho morno é relaxante, não esperes para tomar um banho. Salte para o banho, acende algumas velas, adiciona alguns aromas agradáveis ​​e pula lá para dentro.
Seja um banho, um chuveiro, saltar sobre pedras num parque, fazer uma massagem – se funcionar, faz imediatamente, em vez de te deixares sobrecarregar pela tua ansiedade.

5. Considera tomar Kava (também conhecido como Kava Kava)

É uma erva anti-ansiedade que muitos acreditam ser uma das formas mais eficazes e naturais para controlar a ansiedade.
Deves conversar com um médico antes de tomar kava, pois não pode interagir com outros medicamentos e álcool, mas kava tem nutrientes conhecidos como kavalactonas, que são muito eficazes na regulação da maneira como vivencías a ansiedade e promove maiores níveis de relaxamento sem qualquer risco de dependência.

6. Aprende a enganar o teu pensamento ansioso 

A ansiedade não vem do nada. Quando tens ataques de ansiedade, muitas vezes é porque a tua mente tende a andar em espiral em pensamentos negativos – muitas vezes sem o teu controle.
Às vezes, podes controlar essa ansiedade mantendo esses pensamentos à distância e aprendendo a identificar os gatilhos que te causam ansiedade.
Para muitos, é mais fácil falar do que fazer mas existem muitas estratégias diferentes que podes tentar que podem ser eficazes,  por exemplo:
– Uma lista de verificação de perguntas. Quando sentires uma ansiedade severa, tem uma lista de verificação nas mãos para te perguntares sobre essa experiência de ansiedade. Quanto mais longa a lista de verificação, mais tu descobrirás que os teus pensamentos se tornam mais realistas.
  • As perguntas que podes usar incluem:
  • Existe uma razão para acreditar que algo está errado?
  • Que evidência há de que algo está errado?
  • Existe uma possibilidade de eu estar a fazer isso parecer fora de proporção?

 

– Afirmações não são para todos, mas aqueles que as usam acham que são muito benéficas. Afirmações são coisas que dizes para ti mesmo para te sentires melhor. Estes incluem:
  • Eu estou bem. Isso é apenas ansiedade e eu vou superar isso.
  • Eu tenho uma ótima vida e estou ansioso pelo amanhã.
  • A minha ansiedade não me controlará.

 

– Habitua-te aos sintomas físicos.
Muitos dos pensamentos que afetam a ansiedade não são pensamentos em si, mas reações a experiências físicas. Isso é especialmente verdadeiro se tiveres ataques de pânico, em que uma sensação física pode desencadear ansiedade e pânico.
Ao te habituares com os sintomas quando não estás com ansiedade, a tua mente deixa de associá-los aos teus ataques de pânico. Os exemplos incluem:
  • Tontura – Se sentires que tontura causa um ataque de pânico, gira em torno de uma cadeira e deixa-te sentir tonto.
  • Batimento cardíaco rápido – Se um batimento cardíaco rápido causar ataques de pânico, corre o mais rápido possível até que o batimento cardíaco acelere.

 

Este último é conhecido como “terapia de exposição” e existem inúmeras maneiras de criar exercícios que irão habituar-te aos teus gatilhos de ataque de pânico.

7. Ouve uma boa música relaxante

Cada coisa pequena importa. É por isso que, mesmo que pareça que não fará uma diferença tremenda, ouvir sua música favorita pode ter um efeito poderoso em sua ansiedade. A chave é não apenas escolher as músicas que você gosta, no entanto. A chave também é garantir que você esteja ouvindo músicas que representem a maneira como você deseja se sentir. Música feliz ou relaxante, não apenas qualquer música. A realidade é que a música afeta as emoções. Então, enquanto muitas pessoas acham que é calmante ouvir música raivosa quando você está com raiva ou triste quando está triste, a verdade é que esse tipo de música só vai ajudá-lo a entrar em contato com essas emoções negativas. Eles não vão ajudar você a se sentir melhor. Quando você está tentando parar a ansiedade agora, você deve ouvir música que o ajudará a se sentir do jeito que você quer se sentir.

8. Deita tudo para fora 

A ansiedade é interessante, porque tende a piorar quando tentas combatê-la. O stresse que o teu corpo atravessa para controlar o stresse da ansiedade só piora, assim como o esforço necessário para tentar não sentir os sentimentos naturais, desejo de parar a ansiedade
Uma estratégia de enfrentamento interessante é ir a fundo abraçando-a. Eu gosto de chamar isso de técnica “enlouquecendo”.
Quando te estiveres a sentir ansioso, encontra um lugar onde possas ficar sozinho e enlouquecer. De certo modo, diverte-te um pouco com isso, mas também deixa sair todas as suas emoções.
Grita para os espelhos, soca almofadas.
Agita os braços e salta.
Deixa-te sentir como se estivesses a deixar sair todas as tuas emoções, e depois de algumas, vais chegar ao ponto em que te sentes um pouco tolo, e então continua com isso.
Isso permite que abraces a ansiedade e não tentes combatê-la
É melhor ter certeza de que ninguém está por perto, e não quebres nada importante para ti, mas, desde que o que estejas a fazer seja seguro, isso pode ajudar-te a sentires-te bem relaxado.

9. Faz amor

Não é um mito. A relação sexual pode ser incrivelmente calma. É uma atividade física distrativa que libera endorfinas e ajuda-te a sentires-te mais relaxado e menos tenso. Se tens alguém especial na tua vida que entende que estás a sofrer de ansiedade, não há problema em perguntar se está disposto a compartilhar algum amor.
Para ajudá-lo a sentir algum alívio dessa ansiedade, vocês dois devem chegar a algum tipo de compreensão que permita libertar alguma energia sexual e, possivelmente, melhorar o teu relacionamento no processo.

10. Vive o hoje 

Hoje, simplesmente aprender a viver o hoje pode ajudar com a tua ansiedade. Uma das coisas mais importantes que os psicólogos e conselheiros ensinam às pessoas com ansiedade é: “Tudo bem, estás ansioso. E daí?”.
As pessoas com ansiedade começam a concentrar-se muito em como se sentem e preocupam-se com o futuro. Cada dia se torna em tentar viver com ansiedade ao invés de tentar viver em geral. Aprender a abraçar a ideia de que tu tens ansiedade e tentar viver uma vida grande e excitante é importante.E o que é interessante é que se aprenderes a ter essa mentalidade – se deixares experimentar o medo e tentar viver a vida de qualquer maneira – descobrirás que a tua ansiedade tende a se dissipar com isso. Não é uma cura, mas está perto.
Coragem e espero que estas dicas te ajudem! 💙💙💙

Como Ultrapassar A Obsessão Num Relacionamento

A maioria das mulheres depara-se com problemas e confusão nas suas vidas amorosas porque não sabem como é um relacionamento verdadeiramente saudável, e como é suposto sentirem-se. E não é para menos, considerando os retratos muito irreais do amor nos filmes, TV e música.

Existe essa ideia de que temos uma alma gémea e que histórias reais de amor devem ser preenchidas com obstáculos e drama. Embora isso seja um bom entretenimento, não é a vida real.

A maioria das histórias de amor que vemos na cultura pop estão enraizadas na paixão … não no amor verdadeiro. Algum grau de paixão é bom, mas um relacionamento inteiramente enraizado na paixão é geralmente condenado. Geralmente é baseado numa obsessão, ou idealização, mais do que uma genuína apreciação e aceitação de quem é a outra pessoa.
Existe uma tremenda diferença entre amor real e verdadeiro e obsessão ou fixação doentia.
Se achas que estás a viver uma fixação, no teu relacionamento amoroso, aqui ficam algumas dicas para ultrapassares essa osbessão.

Pensa nos perigos da obsessão 

A obsessão pode parecer romântico e amoroso mas tens que ficar ciente dos perigos da obsessão. Muitas vezes as pessoas com relacionamentos obsessivos lutam contra o crescimento porque ficam focados na outra pessoa e muitas das vezes tornam-se pessoas infelizes por serem dependentes de outro alguém.
Percebe que a felicidade e a independência estão interligados. (e independência não significa estar sozinho).

Escolhe amar-te a ti 

A maior parte das pessoas que estão obcecadas por um relacionamento, relutam em amar-se a si próprias. Procuram alguém para amar porque acham que é a única coisa que merecem.
Começa a amar-te a ti própria começando por reconhecer as tuas qualidades e satisfazendo as tuas necessidades emocionais.

Toma consciência da obsessão 

Se estás a ler este artigo, há uma boa chance de achares que podes ser obsessiva.
Admitir para ti mesma que te estás a tornar obsessiva é o primeiro passo para começar a mudar.

Olha para a relação pela perspectiva da outra pessoa 

O que importa para o teu parceiro? Podem ter prioridades e paixões na vida que não entendes. Percebe que a tua existência por si só não será a única prioridade e esperares isso é irrealista.
Em vez disso, tenta saber mais sobre as paixões do teu parceiro e tenta apoiá-lo.

Toma consciência que a obsessão pode mudar a maneira de veres as coisas

Se estás obcecada por alguém não consegues ver essa pessoa como ela é e isto aplica-se ao relacionamento também. Talvez aches que o relacionamento vai durar para sempre, mas o teu parceiro pode não sentir da mesma forma.
Numa relação saudável, ambos os parceiros estão na mesma página, emocionalmente.

Faz actividades que amas 

Tens quaisquer paixões ou hobbies? Tenta fazer algo que te interessa, todos os dias, desde a leitura de um capítulo de um livro a assistir a uma aula de yoga.
Isto vai fazer-te apreciar, todos os dias, a tua excelente companhia.

Reconhece a diferença entre um amor verdadeiro e um amor artificial 

Nenhum parceiro pode corrigir as tuas falhas ou remover os desafios da tua vida. Só tu podes fazer isso. Amor artificial é amar a versão de alguém que criaste na tua mente. Isto raramente é gratificante porque a pessoa que amas na verdade não existe.
Amor verdadeiro é amar alguém pelo que realmente é, com falhas e tudo.

Diz à pessoa que amas que estás a passar por uma mudança emocional. 

Pode ser muito difícil reconhecer que tens uma obsessão. Podes sentir-te confusa e insegura de quem realmente és, o que pode tornar-te emocional ou ligeiramente pegajosa.
Avisa as pessoas na tua vida que estás a passar por mudanças emocionais para que possam entender a tua situação e fornecer-te apoio.

Tenta uma abordagem descontraída 

Achas que tu e o teu parceiro estão bem adaptados um para o outro? Se assim for, percebe que vale a pena esperar. Pode não estar tão emocionalmente envolvido como tu estás agora, mas com o tempo a relação pode crescer – nem toda a gente se apaixona ao mesmo ritmo.

Passa tempo com os teus amigos e familiares 

Ao invés de focares na pessoa que amas, pensa em todas as pessoas que te amam. O teu parceiro não é tudo na sua vida, e passar tempo com os teus amigos e a família irá ajudar-te a perceber que tens outras prioridades, o que te vai ajudar a recuperar a independência.
Força e boa sorte! 😉

10 Regras De Ouro Para Umas Férias De Sonho Com Os Amigos

É claro que amas os teus amigos e te arrependes de não poder vê-los com mais frequência no resto do ano. É por isso que tiveste a brilhante ideia de saírem de férias juntos.

Mas cuidado! Esta aventura conjunta pode ser menos relaxante e divertida do que o esperado, e pode até transformar-se num confronto! Na verdade, terão que aprender a viver com os hábitos e humores uns dos outros. Um desafio e tanto! 

Aqui estão algumas dicas úteis para que tudo corra bem.

Organiza o elenco ideal

É muito importante escolher cuidadosamente as pessoas com quem vais de férias. Mantém-te implacável. É para o teu bem, acredita em nós!
Diz sim aos teus velhos amigos com quem já estiveste de férias e compartilham dos mesmos interesses, valores, ritmos e estilo de vida.
Diz não aos casais que estão prestes a se separar, aos pais exaustos pelos seus bebés ou adolescentes, ao colega deprimido que mal conheces ou à snobista da tua amiga de infância.

E acima de tudo, se és solteira, NUNCA vás de férias com um grupo formado exclusivamente por pais ou casais!

Antecipar

Conheces o ditado “Avisado é preparado!” Então, coloca-o em prática, organizando uma reunião com todos de antemão. Dessa forma, todos vocês podem relacionar as vossas necessidades, desejos, esperanças e potenciais preocupações. Trazer tudo isso com antecedência evitará qualquer mal-entendido.
Dica extra: para passar a tua mensagem, conta uma história sobre amigos de um amigo que também saiu de férias como um grupo.

Escolhe o lugar certo

Evita ir à casa da família de um dos membros do grupo. Mesmo que essa seja a opção mais barata, podes vir a descobrir que não consegues relaxar adequadamente. Os “convidados” iriam sentir-se menos à vontade, teriam medo de quebrar alguma coisa e talvez se sentissem em dívida.
Escolhe um lugar neutro que atenda a todos os critérios: mar, montanhas, campo, clube de férias, auto-serviço, B&B, hotel, etc. Encontra um lugar grande o suficiente para que todos possam ter o seu próprio espaço e privacidade (um quarto por casal ou única pessoa) e banheiros suficientes para evitar filas!

Não tenhas medo de mencionar dinheiro

Apesar do que podes pensar, o dinheiro ainda pode ser um tabu entre amigos. Pode ser mais fácil pedir ao teu chefe um aumento do que pedir aos teus amigos que ajudem a pagar a gasolina!
Que fique claro desde o início, fixando um orçamento para tudo, mas seja justo!
Se as tuas finanças são um pouco apertadas, não te sintas obrigada a acompanhar os outros. Podes-te arrepender quando chegares a casa.

Dica extra: mantém um caderno no qual cada um escreva exatamente o que gastou. E não te esqueças de registar regularmente.

Limita a duração das tuas férias

Não fiques tentado a passar todo o teu período anual de férias com os teus amigos. Por mais adoráveis ​​que sejam, chegará um momento em que te sentirás cansada e não sentirás o benefício das tuas férias juntos.
O período ideal de tempo é de uma semana, especialmente se nunca foste para fora antes. Sete dias são longos o suficiente para aproveitar a companhia uns dos outros e curtos o suficiente se as coisas não correrem tão bem.
Dica extra: para ajudar-te a superar todas as emoções e emoções, tira uma semana extra de férias sozinha ou com a tua cara metade!

Planeia o trabalho doméstico

Faz com que todos comprem uma pequena lousa que podes usar para anotar o planeamento. Todos devem dar uma mão.
Nunca ficaram aborrecidos se ninguém fizer a mesma coisa todos os dias, por isso, se o Pedro e a Paula forem ao supermercado no sábado, por exemplo, eles vão lavar as panelas no dia seguinte. As crianças devem ajudar também: podem arrumar a mesa, arrumar os seus quartos, etc.
Dica extra: não tentes organizar o planeamento por conta própria. Logo te cansarás e corres o risco de te tornares o bode expiatório do grupo se algo der errado. Organizem as coisas juntos!

Relaxem com as crianças

Cuida deles, mas vive e deixa viver! Eles estão de férias também. Deixe-os divertir-se com as outras crianças do grupo. Não interfiras nas suas brigas ou todos podem virar-se contra ti.
Mas decide com os outros pais o horário dos almoços e jantares das crianças, de preferência antes das refeições dos adultos, para que seja mais tranquilo para ti e para eles!
Por razões de segurança, designa sempre um adulto para ficar de olho nas crianças mais novas.
Acima de tudo: nunca dês a tua opinião sobre o modo como os teus amigos criam os seus filhos. É um assunto muito delicado.

Acalma-te

Aproveita ao máximo as tuas férias em grupo e o vosso orçamento comum, o que te permitirá utilizar serviços que não poderás pagar durante o resto do ano.
Contratar um ajudante de casa que poderia cuidar da limpeza e arrumação (banheiros, cozinha, sala de estar, etc) durante a vossa estadia e quando vocês sairem. Dessa forma, terás certeza de receber a caução novamente. Uma babá ou aupair poderia cuidar das crianças e um cozinheiro poderia preparar as vossas refeições.

Dica extra: por que não contratar um treinador pessoal para ajudá-los a manterem-se em forma durante as férias de verão?

Ser sociável

Escolheste passar as tuas férias com um grupo de amigos, então não fiques por tua conta! Faz parte do grupo. Compartilha as paixões e interesses dos teus amigos
Se a tua amiga Maria ama museus, vai visitar alguns com ela! O marido dela gosta de pescar? Por que não organizar uma viagem de pesca? Contrata algumas bicicletas para um passeio e um piquenique, joga jogos de tabuleiro para uma noite agradável ou coloca o mundo em risco …
Dica extra: nunca impor nenhuma atividade. Todos devem sentir-se livres para fazer o que quiserem.

Mantém alguma independência

Só porque vocês são um grupo, isso não significa que devem fazer tudo juntos. Pode tornar-se cansativo depois de um tempo e todos vocês precisam de algum espaço para respirar.
Não te sintas obrigada a tomar café da manhã com todos: algumas pessoas precisam dormir mais que outras! Cada um pode fazer o que quiser durante o dia, por exemplo, e aproveitar a companhia um do outro para o almoço ou o jantar.
Dica extra: escolhe um local não muito longe do centro da cidade para que possas fazer as coisas sozinha sem ter que depender de alguém para uma boleia, se não tiveres um carro.

Não te esqueças de levar um bom livro. É uma ótima maneira de escapar e pode ser um assunto interessante de conversa com os teus amigos!

Boas férias e quando voltares conta-nos a tua aventura 😊

Por Que As Pessoas Alugam Homens De Meia Idade No Japão?

“Você aprende vendo através dos olhos das outras pessoas.” 

“As pessoas vivem muito a sério e isso reduz a sua visão.” 

Esses pensamentos não foram gerados por um algoritmo ou crowdsource no Twitter. São a sabedoria acumulada de um homem de meia-idade no Japão.

Um homem de meia idade que está disponível para alugar.

Vestindo uma camisa com uma estampa de urso panda em miniatura e sorrindo inescrutavelmente, Ken Sasaki, de 48 anos, tem uma vibe que é tudo menos a de um homem de meia-idade descontente de Tóquio.

Com cabelos grisalhos, linhas visíveis no rosto e perda da magreza juvenil, ele é mais como um boémio de espírito livre disfarçado. Ao longo de uma hora de entrevista no Skype, em que os comentários são tediosamente transportados de um lado para o outro por meio de um intérprete, a sua energia e entusiasmo nunca são sinalizados, e suas respostas ficam mais expressivas e pensativas em cada pergunta.

É tudo parte do seu trabalho como um “ossan” alugado, a palavra japonesa para um homem de meia-idade. Ele permite-se ser contratado por qualquer pessoa, para qualquer propósito – não envolvendo contacto físico – desde que paguem o seu salário por hora: apenas 1.000 ienes (cerca de 8euros, 9 dólares, 34 reais). E ele ama isso!

Como em muitas cidades ao redor do mundo, a maioria das pessoas em Tóquio prefere o anonimato quando se trata de seus desejos, necessidades e vulnerabilidades. Os cidadãos urbanos podem estar desesperados para receber conselhos de uma pessoa mais velha e mais sábia, mas eles não querem falar com pessoas mais próximas. Os familiares e amigos podem julgá-los.

É muito melhor derramar as suas mágoas no ouvido de um estranho, ouvir um bom conselho e ir embora…
Foi através dessa lógica que Takanobu Nishimoto, 50 anos, fundou um serviço de aluguer online de “Ossan” em 2012. Alugar um estranho para aconselhamento e uma  reunião em, digamos, um café, significa que nunca terás que o encontrar novamente, ele disse:

“As histórias espalham-se se os clientes conversarem com alguém que conheçam.” 

É aqui que homens como Sasaki entram, dando ouvidos a estranhos enquanto renovam o seu próprio valor na sociedade. A inspiração de Nishimoto veio quando ele ouviu “miudas do liceu a fazer gozo de homens de meia idade”, particularmente pelas suas orelhas cabeludas, e chamando os homens de “fedorentos” e “sujos”.
Anteriormente, de uma forma admirada, a sociedade japonesa era dominada por homens, os “ossan” agora têm que lutar para manter uma reputação positiva na cultura em rápida mudança, onde os valores estão em fluxo.

“Eu pensei, eu preciso recuperar a honra dos” ossan”.”

Embora tenha começado devagar, o seu site tem cerca de 45 alugueis por dia atualmente, ou 10.000 encontros por ano, disse Nishimoto, que trabalha como consultor de moda e estilista quando não está monitorizando o seu site.
O site possui quase 80 “tios” de 36 cidades, incluindo a base de Nishimoto, em Tóquio, além de Kyoto, Osaka e Tokushima.

Nishimoto diz que ele mesmo conheceu ou foi alugado por aproximadamente 5.000 clientes desde a fundação do serviço. O pagamento simbólico é apenas isso: um gesto simbólico que ajuda os clientes e os tios a respeitar a transação.

“A existência do pagamento nos faz fazê-lo corretamente”

Os “ossan” mais populares são homens de aparência gentil que são bons ouvintes, divorciados e aqueles que passaram por um momento difícil.

“Eles podem ouvir, entender a dor do outro”, disse Nishimoto.

Aparentemente, muitos clientes estão com dor psicológica: cerca de 70% usam o serviço para consultas ou conversas, disse Nishimoto, enquanto os outros 30% solicitam ajuda “manual”, como carregar caixas.

 

E tu, alugarias um “ossan” para desabafar as tuas mágoas?
Deixa-nos a tua opinião 😉

A Primeira Foto Em Biquíni, Desta Jovem, Tornou-Se Viral Pelos Melhores Motivos

Lesley Miller lutou contra problemas de peso durante a maior parte de seus 21 anos de existência, mas ela acenou VITÓRIA para os ideais da sociedade que pressiona as mulheres para se encaixarem nos padrões impostos e todos nós podemos aprender uma lição com a história desta jovem mulher.

A corajosa garota de 21 anos mostrou o seu corpo em biquíni, em exclusivo no Facebook, numa tentativa de encorajar as mulheres a “amar o que interessa” e o post resultante tornou-se num sucesso viral.

No texto que acompanha a foto, Lesley conta a história por trás da imagem e logo fica claro que “despir-se” nas redes sociais é um momento marcante na sua vida depois de lutar contra problemas de peso desde os três anos de idade.

Ela participou de reuniões dos Vigilantes do Peso aos sete anos e tornou-se a a pessoa mais jovem a fazer uma cirurgia para perda de peso antes mesmo de ser adolescente.

No seu post ela explica:

“Passei os últimos 18 anos da minha vida à espera. 
Mantive o meu corpo coberto e escondido. Disse a mim mesma que um dia finalmente deixar-me-ia ser vista e faria tudo com que sempre sonhei quando estivesse satisfeita o bastante, magra o bastante, feliz o bastante, confiante o bastante.
Quando o meu corpo parecesse do jeito que era suposto. 

Lutei contra o meu corpo a cada passo do caminho, continuamente envergonhada e silenciosa.

Quando eu tinha três anos, os meus colegas perguntaram por que eu era muito maior do que eles. Por que eu não usava a mesma blusa que eles. 

Quando eu tinha sete anos, menti à senhora dos Vigilantes do Peso, desesperada por participar das  reuniões. 

Quando eu tinha nove anos, fui ao acampamento de perda de peso e fiquei na fila na primeira semana para tirar a minha foto do ‘antes’. 

Quando eu tinha 11 anos, o cirurgião cortou o meu estômago e disse-me o quão feliz eu finalmente seria “. Era a mais nova pessoa a fazer uma cirurgia para redução de peso.

Aos 15 comecei a auto-mutilar-me, cortando a pele. Achava que merecia.

Quando tinha 20 perdi metade do peso em 9 meses. Os valor de cada dia dependia se o peso perdido era maior que no dia anterior.

 
E depois cansei-me de esperar.
 
Agora, estou com 21 anos e comprei o meu PRIMEIRO biquíni.
 
Podem ver tudo. Formas estranhas e rolos de gordura, excessos de pele pendurados, Estrias, celulite, cicatrizes de cirurgias e de auto-mutilação. Uma protuberâncias estranhas no meu abdómen devido à banda gástrica.
 
Quero aprender a amar-me num todo, não apenas as partes que me ensinaram serem aceitáveis. Porque o segredo, eu sempre fui o bastante, e tu também és.”

Gostaste desta história? Partilha com os teus amigos e ajuda-nos a crescer 💙💙💙

Top 10 Das Mentiras dos Homens

Deus, como amamos estas pesquisas! A mais recente diz que os homens mentem mais do que as mulheres, afirmando assim o que sempre soubemos, mas não tínhamos provas.

As mentiras vêm em todos os tamanhos e tons no entanto aqui estão as mentiras mais comuns que o macho da espécie estão mais inclinado a dizer – às vezes para sair de uma alhada, muitas vezes para manter a mulher feliz, e em outros momentos porque é sempre tão conveniente e sem complicações!

Mas lembra-te, os homens não são todos iguais e talvez aquela que parece uma desculpa esfarrapada para o seu atraso, seja mesmo verdade. O importante é saber dosear a descrença e a ingenuidade. Fica alerta para os espertalhões porém não fiques tão de pé-atrás que não possas acreditar em palavras sinceras.

1. “Só tenho olhos para ti”

Por muito apaixonado que ele esteja, o olhar dele vai seguir aquela mulher escultural, nem que seja por uns segundos. Claro que vão mentir e dizer que nem repararam mas não te preocupes, pois, com certeza, a intenção dele é ficar contigo.

2. “Eu uso sempre preservativo.”

Além disso, o Pai Natal é real. E eu ando a sair com o coelhinho da Páscoa. E Thomas Jefferson é o meu melhor amigo.

3. “É só uma amiga”.

Por muito que ele já tenha fantasiado com aquela colega de trabalho ou amiga da faculdade, em lingerie, ele nunca te vai contar. Evitar uma cena de ciúmes ou que lhe peças para que te afastes dela é, normalmente, o motivo da mentira.

4. “Eu não estou bêbedo.”

Claro que não! Foste para o bar com os amigos há 3 horas, tresandas a álcool e arrastas as palavras mas não estás bêbedo…

5. “Estou quase a chegar”

Esta é uma mentira muito comum nos homens. Provavelmente ainda não saiu de casa mas está a dizer que já está na rotunda antes da tua casa. Esta é uma mentira que ele diz para evitar contratempos. No fundo, é uma mentira prática que fará com que não te aborreças, como aconteceria se soubesses a verdade.

6. “Não te preocupes, só lá vão estar homens.”

Mesmo sabendo ele que aquela festa vai estar cheia de mulheres, ele vai evitar, a todo custo, que lhe peças para não ir. Também não te quer ouvir reclamar quando volta dos copos com os amigos naquele bar onde elas eram as montes.

7. “Claro que ouvi!”

Se ele está concentrado a fazer alguma coisa, claro que não ouvir nada do que estás a dizer. Não te esqueças que quem tem a capacidade de fazer multi-tarefas são aos mulheres por isso, é melhor que o deixes acabar, se queres que ele te dê atenção.

8. “Eu não me esqueci.”

Se alguma coisa escapar da sua memória, como mandar uma carta ou ver o que se passa com a torneira a pingar, é só porque algo mais importante surgiu, e havia outros assuntos urgentes que precisavam ser tratados. Esquecidos eles? Naah!

9. “Nós não pensamos nisso o tempo todo.”

Esta é uma meia mentira. O que eles não dizem é que só não pensam enquanto estão absortos no trabalho.

10. “Não quero falar sobre isso.”

 Se a mentira mais comum que as mulheres dizem é “Estou bem,” a versão masculina é, “Não quero falar sobre isso.” Sim, queres! Na verdade, já estás a falar sobre isso.
Por favor, adicione as que conheces a esta esta lista, e vamos divertir-nos  a fazer esta lista enquanto vimos o seu nariz a crescer quando for apanhado!

10 Maneiras Simples De Acelerar O Metabolismo

Metabolismo é um termo que descreve todas as reações químicas do teu corpo. Essas reações químicas mantêm o corpo vivo e em funcionamento.

No entanto, a palavra metabolismo é frequentemente usada de forma intercambiável com a taxa metabólica, ou o número de calorias que tu queimas. Quanto mais alto, mais calorias queimas e mais fácil é perder peso e mantê-lo constante. Ter um metabolismo alto também te pode dar energia e fazer com que te sintas melhor.

Há maneiras simples de acelerar o metabolismo e são mais simples do que imaginas, ora vê:

1 – Toma pequeno-almoço (café da manhã)

Comer de manhã ao acordar influencia a velocidade do metabolismo ao longo do dia. Depois de tantas horas sem alimento, o organismo precisa desta refeição porque, se não nos alimentamos, pode ocorrer catabolismo muscular, que é quando o organismo queima músculo para obter energia. A consequência é um metabolismo desacelerado.

2 – Come chocolate amargo

O chocolate amargo traz diversos benefícios para a saúde, e um deles é o facto de acelerar o metabolismo. Ele inclui dois ingredientes que atuam neste sentido: a cafeína e o antioxidante catequina. Mas lembra-te, é para comer apenas um quadradinho pequeno para não acumular calorias e gorduras.

3 – Destressa

O stresse pode causar mais estragos do que apenas te deixar maluca. Na verdade, ele também pode desacelerar o seu metabolismo. Quando os níveis da hormona do stress (cortisol) estão muito altos, inibe a habilidade do corpo de queimar gordura. Tira alguns momentos para respirar profundamente ou aposta no ioga, por exemplo, para manter o teu metabolismo em funcionamento.

4 – Bebe água

Não beber água suficiente pode fazer com que te sintas cansada. Um estudo mostrou que pessoas que bebem de oito a 12 copos de águas por dia queimam mais gordura do que quem toma apenas quatro. Ao entrar no organismo, a água precisa ser ajustada para a temperatura do corpo. O organismo gasta energia para fazer o equilíbrio térmico. Além disso, beber água uma hora antes das refeições faz a pessoa comer menos. Por isso, não te esqueças da tua garrafinha.

5 – Coloca pimenta na comida

A capsaicina, uma substância responsável pelo ardor de alimentos apimentados, como a pimenta, é capaz de acelerar o metabolismo em até 20%. Ela estimula a libertação de adrenalina e, consequentemente, aumenta os batimentos cardíacos, atividade que precisa de energia.

6 – Aposta na canela

Este é um ingrediente fácil de ser incorporado na dieta e é uma forma deliciosa de acelerar o metabolismo. Podes salpicar um pouco em cima de uma fatia de pão integral, na tua tigela de aveia ou até mesmo numa sopa.

7 – Acrescenta chá verde à tua dieta

O chá verde é antioxidante, mas também acelera o metabolismo e, assim, a perda de peso. Vários estudos têm sido realizados com diferentes grupos de pessoas para determinar os benefícios deste chá. Um dos resultados apontou que aqueles que começaram o hábito de tomar chá verde emagreceram mais rápido do que os outros, já que a infusão facilita a oxidação de gorduras e a termogénese. A quantidade diária ideal é de 5 xícaras de chá verde, com o que se aumenta consideravelmente a energia do corpo com apenas 90 calorias.

8 – Come alguma coisa antes de dormir

Se fazes o contrário e vais para a cama com fome, baixas os níveis de açúcar no sangue o que faz com que tenhas menos músculos logo, reduzes o metabolismo.

9 – Dorme tranquilamente

Espanta-te mas a verdade é que muitas vezes o ganho de peso está relacionado com a forma de dormir. Para acelerar o metabolismo, recomenda-se dormir de 7 a 8 horas por noite. Se dormes mal corres o risco de catabolizar e perder massa magra também.Dorme tranquilamente

10 – Após os exercícios, faz um descanso

Os exercícios são um presente para o corpo e a saúde, mas também podem causar fadiga grave se forem muito intensos. Embora nos ajudem a acelerar o metabolismo, o descanso permitirá ao nosso corpo retornar ao estado basal.