Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição!

Todos podem sorrir quando estão nas nuvens. Todos podem chorar quando o tempo está azul. Mas é preciso uma pessoa forte para sorrir quando tem todos os motivos para chorar! Leah é uma menina de 5 anos, resistente e forte, com uma visão positiva na vida. A menina sofre de Neutropenia congénita grave, uma doença genética rara caracterizada por uma deficiência de neutrófilos na medula óssea.

Os neutrófilos são um tipo de glóbulos brancos que são importantes na cura da inflamação e estimulam o nosso sistema imunitário. Assim, pessoas com Neutropenia congénita grave são propensas a infecções e inflamações. Além disso, cerca de 40% das pessoas com esta doença sofrem de diminuição da densidade óssea e têm um risco aumentado de desenvolver osteoporose.

Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição2

Leah nasceu com esse raro distúrbio genético e já havia passado por dois transplantes de medula óssea. Realizou o seu primeiro transplante de medula óssea a 7 de fevereiro de 2014. Dois anos depois, fez o segundo e precisou de tempo para se recuperar da ‘doença enxerto versus hospedeiro’. Um processo no qual as células do sangue da medula óssea doada atacam o corpo do hospedeiro.

Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição

Passar, não por um, por dois transplantes de medula óssea em dois anos não é algo que qualquer um de nós gostaria de passar, muito menos o seu próprio filho. Mas um vídeo de Leah, sorrindo, cantando e dançando durante a sua recuperação mostra que ela está irradiando com uma forte e positiva perspectiva na vida. Olhando para o seu vídeo , não seria possível dizer que a menina de 5 anos está a sofrer de Neutropenia congênita grave.

No vídeo agora viral, a mãe de Leah, Lindsay Chapman-Carroll, capturou Leah a cantar e a dançar a música “Overcomer” por Mandisa no American Idol. No vídeo, Leah está a divertir-se cantando uma música que fala ao coração dela.

Lindsay fez o upload do adorável vídeo de Leah na sua conta do Facebook juntamente com a legenda:

“Ela é uma grande vencedora. Choque séptico, dois transplantes de medula óssea, doença do enxerto contra o hospedeiro e 325 dias fora de casa no hospital. Deus é tão bom para nós através de tudo e Leah é a prova da sua misericórdia e graça! Eu não possuo os direitos dessa música. ”

O vídeo emocionante de Leah tornou-se viral e uma inspiração para todos. Na verdade, a própria Mandisa do American Idol compartilhou o vídeo de Leah na sua própria página. Palavras de admiração e apoio foram deixadas a Leah e à sua mãe, Lindsay.

“Estou impressionada com o amor e o apoio que o vídeo de Leah trouxe! Tantos pedidos de novos amigos e mensagens que eu não posso acompanhar! Por favor, sinta-se livre para seguir a página Prayers and Love for Leah. Obrigado por todo o amor, apoio e orações. Obrigado, Mandisa por compartilhar o vídeo de Leah e pedir oração! ”Linsay acompanhou no Facebook, depois de receber uma enorme quantidade de apoio e amor de pessoas em todo o mundo.

Fiel à letra da canção inspiradora de Mandisa, Leah é uma grande e inspiradora vencedora. Apesar da sua tenra idade, ela provou para si mesma e para o mundo que nem mesmo o maior problema do mundo poderia derrubar a sua perspectiva positiva, nem tirar o sorriso do seu rosto!

Assiste ao vídeo reconfortante de Leah e que ela te inspire a enfrentar os desafios da vida com um sorriso radiante no teu rosto!

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FPrayersAndLoveForLeah%2Fvideos%2F1128590280584398%2F&show_text=0&width=476

Fotos e vídeo de: Prayers and Love for Leah & Leah’s Family Fund

Este Pequeno Filme Vai-Te Relembrar o Sentido da Vida

Numa vida atribulada, Copi é um pai que tenta ensinar o melhor caminho para o seu filho Paste. Mas, qual é o melhor caminho?
E em que lugar ficam os sonhos? Se nos esquecermos dos sonhos, quanto tempo levará até chegarmos a uma existência sem sentido de trabalho penoso?
“Alike” é uma curta metragem de animação , poderosa, acerca do sentido da vida.
Assiste o vídeo e diz-nos a tua opinião. O que mudarias na tua vida?

Tenho 40 Anos e Vou Partilhar Casa! E Agora?

Tenho 40+ anos e no próximo mês vou partilhar uma casa. E agora?

De acordo com as minhas próprias regras, não é assim que as coisas deveriam ser aos 40 anos. Eu deveria estar a organizar calendários escolares e férias familiares e não a fazer uma lista de tarefas de quem deve aspirar ou limpar o pó esta semana. Mas estou. E sinto-me bem com isso!

Estou animada, na verdade. O incentivo é pensar que já é hora de mudar as minhas próprias regras sobre como os adultos devem viver quando atingirem uma certa idade.

Mudei-me para França há uns meses, sozinha, e imediatamente assumi que era velha demais para viver numa situação de partilha de casa. Sejamos honestos, a maioria das pessoas com mais de 35 anos não quer mais viver como os mais jovens. Mas essas limitações são cruéis porque colocam uma pressão desnecessária sobre as pessoas para que se esforcem, sozinhas, especialmente se não tiverem um parceiro e / ou filhos. Essas regras são caras também.

A parte mais cruel é que se insinua que eu, de alguma forma, sou um pouco um perdedor, que não encontrei o meu caminho na vida, quando na verdade eu sou uma pessoa perfeitamente funcional e feliz, contribuindo para a sociedade trabalhando e pagando impostos.

Um recente artigo de outras pessoas de 40 e poucos anos, que voltaram a viver com os seus pais, depois de perderem o seu emprego, indica como as pessoas podem ser julgadoras. Comentários sugeriram que elas deveria crescer e parar de procurar os seus pais em busca de apoio. Mesmo eu tive um breve momento a pensar que estas pessoas provavelmente já deveria ter a vida organizada. Mas quem sou eu para julgar? E o que exatamente é “ter a vida organizada”? Por que uma pessoa de 41 anos deve lutar por conta própria se tiver opções que possam torná-lo mais saudável e feliz? Quando é que nós começámos a ficar tão chateados com pessoas que procuram ajuda?

Isso fez-me repensar por que eu escolhi estar numa situação solitária num novo país. Repensar todos os telefonemas e messaging que faço para manter contato, ficar sozinho em casa pode ser um desafio mental. Então, por que negar a mim mesma a opção de ter alguém com quem conversar à noite, rir ou cozinhar, simplesmente porque acho que estou velho demais para esse tipo de maluquice? Certamente que o divertimento não é apenas para pessoas jovens?

Atenção! Eu adoro ficar sozinha e reconheço que preciso de um tempo quieta para repor as minhas reservas e poder dar meu tudo a cada semana no trabalho. Mas enquanto estou ocupado num novo emprego, às vezes é difícil manter uma disposição alegre quando estás em casa sozinha, sem ninguém para perguntar como foi o teu dia ou se queres um café. O café é o mais importante, obviamente.

Talvez não sejamos nós os únicos de 40 e poucos anos que precisam crescer, mas as visões de julgamento que precisam ser alteradas. A sociedade está a mudar rapidamente. Hoje os empregos não duram toda a vida, então precisamos de ser mais flexíveis, o que significa mudar muito, mais do que nunca. Nem todo a gente tem filhos hoje em dia e os porquês e por que não, não são da conta de ninguém. Muitas pessoas (especialmente os solteiros) têm dificuldade em pagar por uma casa própria.

Partilhar casa pode ser o caminho do futuro à medida que mais pessoas descobrem que a vida nem sempre funciona conforme o planeado. E, em vez de lançares um julgamento, por que não adicionar à crescente lista de alternativas à família nuclear “casa, dois filhos e um cachorro”. Se queremos uma sociedade de pessoas bem ajustadas, então as regras antigas não se podem mais aplicar.

Partilha casa, se quiseres. Vive com os teus pais se precisares. Vive sozinho. Tanto faz. Não há o certo ou o errado, existe apenas a tua vida.

Até que alguém beba o último pacote de leite e não o substitua. 😉

Mulher Assedia Homem Que Conheceu Online Enviando 65000 Mensagens

Andamos todos à procura da nossa alma gémea e cada vez mais é através da internet que a tentamos encontrar.
Agora imagina que conheces uma pessoa online que fica obcecada por ti e te começa a enviar mensagens sem parar, assustador, não?!!! Foi o que aconteceu a este homem…
Jacqueline Ades, de 31 anos, foi detida pela polícia por suspeita de perseguir e assediar um homem que ela conheceu online. Segundo registos do tribunal,ela visitou a casa e o escritório do homem enquanto inundava o seu telefone com mensagens de texto ameaçadoras. Ela começou a perseguir o homem no verão passado, pouco depois de encontrá-lo através de um site de namoro.
Segundo a entrevista que deu aos repórteres, a mulher diz:

“Eu senti como se tivesse conhecido a minha alma gémea e pensei que faríamos o que todo o mundo fazia e nos casaríamos e tudo ficaria bem”.

Suspeita-se que enviou ao homem cerca de 65 mil mensagens de texto e, às vezes, 500 num único dia.
Quando um repórter perguntou se Ades reconhecia que enviar milhares de mensagens de texto parecia ameaçador, Ades respondeu que o amor “não é perfeito”.
“Eu o amo”, disse ela.
Ades começou a enviar mensagens de texto ameaçadoras após o incidente, incluindo várias ameaças de morte.
“Oh, o que eu faria com o sangue! … Eu quero tomar banho nele”, era um exemplo listado em documentos judiciais.
Outro incluiu um epíteto anti-semita com Ades descrevendo a si mesma como o “novo Hitler”.
O homem começou por denunciar a situação no verão passado, quando ele a encontrou estacionada em frente à sua casa. Noutra detenção, imagens de vigilância mostraram Ades na sua casa enquanto ele estava fora do país.
A polícia prendeu Ades naquela época, a polícia também encontrou uma grande faca de açougueiro no banco do passageiro de seu carro, acrescentaram os documentos do tribunal.
Documentos judiciais dizem que Ades disse à polícia que não queria machucar o homem e enviou os textos ameaçadores porque não queria que ele fosse embora.
Depois deste exemplo só posso dizer cuidado a quem dás atenção!
Fonte: usatoday

Por Que Estão SEMPRE a Dormir, as Crianças ao Colo dos Pedintes?

Por que estão SEMPRE a Dormir, as as crianças ao colo dos pedintes, já pensaste sobre isso??…

Encontrei este texto que, não só explica o motivo das crianças ao colo dos pedintes estarem sempre a dormir, como me deixou chocada. Acredito que vai acontecer o mesmo com vocês!

Resolvi traduzi-lo pois acho que esta é uma informação que se deve tornar viral para tentarmos travar este “negócio” arrepiante.
Juntos somos mais fortes!!!
“Perto da estação de metro, está uma mulher de idade incerta. O cabelo está sujo e emaranhado, a cabeça baixa em tristeza.
A mulher senta-se no chão sujo e ao lado dela está um saco. É para aquele saco que as pessoas, que passam, atiram dinheiro. Nas mãos da mulher, a dormir, está um bebé de dois anos. Ele está com um chapéu sujo e roupas sujas.
“A Madonna com o bebê” – numerosos transeuntes doarão dinheiro. As pessoas da nossa espécie sentem sempre pena dos menos afortunados.
Passei pela pedinte durante um mês. Não dei nenhum dinheiro, pois sabia que se tratava de uma fraude operada por gangues, e que o dinheiro arrecadado pela pedinte seria dado a quem controla mendigos na área. Essas pessoas possuem inúmeras propriedades de luxo e carros. O pedinte também recebe algo, é claro, “Uma garrafa de vodka à noite e um döner kebab.”
Um mês depois, passando pela pedinte, um choque atingiu-me de repente… Eu estou nma passagem movimentada, olhando para o bebé. Ele está vestido, como sempre, com uma roupa suja. Percebi que algo estava “errado”, encontrar uma criança em uma estação subterrânea, suja de manhã à noite.
O bebé estava sempre a dormir. Ele nunca chorava ou gritava, ele estava sempre a dormir, com o rosto enterrado no joelho de uma mulher que era a sua mãe.
Algum de vocês, queridos leitores, tem filhos?
Lembre-se quantas vezes eles dormiram com a idade de 1, 2 ou 3 anos de idade? Uma hora, duas, no máximo três (e nunca consecutivas). Uma soneca à tarde e estavam sempre a mexer.
Durante um mês, eu fui à estação de metro todos os dias, nunca vi a criança acordada! Olhei para o homenzinho minúsculo, com o rosto enterrado no joelho da mãe, depois para a pedinte, e a minha suspeita foi gradualmente formada.
“Por que ele dorme o tempo todo?” Eu perguntei, olhando para o bebé.
…Eu repeti a pergunta. “F *** off”, seus lábios murmuraram. “Por que ele está dormindo?” Eu quase chorei.
Atrás de mim, alguém colocou a mão no meu ombro. Eu olhei e um velho olhava para mim com desaprovação: “O que você quer dela? Você não consegue ver o quanto ela tem dificuldade na vida? Eh?” Pegou algumas moedas do bolso e as jogou na bolsa do mendigo.
No dia seguinte, liguei para um amigo. Ele era um homem engraçado com olhos como azeitonas. A sua nacionalidade – romeno… Através dele, descobri que a pedinte faz parte de um negócio. Apesar da aparência genuína, é claramente organizado. É supervisionado por anéis do crime organizado. As crianças usadas são “alugadas” de famílias alcoólicas ou simplesmente roubadas.
Eu precisava da resposta para a minha pergunta – por que o bebé está sempre a dormir? E a resposta foi esta. O meu amigo explicou-me de uma forma natural e com voz calma, como se me estivesse a dizer o estado do tempo:
“Eles estão sob o efeito da heroína ou da vodka” – Fiquei em choque! “Quem está em heroína ou vodka?!” Ele respondeu: “A criança, por isso é que não chora. As mulheres ficam sentadas o dia todo com eles, imagine como seria entediante?
Para fazer com que o bebé durma o dia todo, encharcam-no com vodka ou drogas. É claro que os corpos das crianças não são capazes de lidar com tal choque. E as crianças frequentemente morrem.
A coisa mais terrível – às vezes as crianças morrem durante o “dia de trabalho”. E a mãe imaginária deve segurar a criança morta em suas mãos até a noite. Estas são as regras. E os transeuntes jogarão algum dinheiro na bolsa e acreditarão que são morais. Ajudando a mãe sozinha. …
P.S. : Se partilhares este texto ou colares no teu mural, os teus amigos também vão ler. E quando abrires a tua carteira para tirar uma moeda e dar a estes pedintes, lembra-te que esse gesto pode custar a vida de uma criança.”

Traduzido e adaptado de: auxx.me

6 Razões Porque é Mais Difícil, Para as Pessoas Inteligentes, Encontrar o Amor

O amor não é fácil de encontrar para as pessoas inteligentes. Queres saber o porquê?

Vê aqui as 6 razões por que é mais difícil para as pessoas inteligentes apaixonarem-se.
1- Não é uma prioridade 
Para as pessoas inteligentes o amor não é uma prioridade. Faz mais sentido, para elas, o esforço com o trabalho, a sua carreira profissional, do que um namorad@.
2- Beleza oculta 
Não querendo dizer que as pessoas inteligentes não são bonitas, a verdade é que elas têm uma beleza oculta, uma beleza interior que só uma pessoa especial consegue apreciar e reconhecer.
3- A inteligência é suficiente 
A realização que têm por ser inteligentes é suficiente para as suas vidas, não precisam de um relacionamento para se sentirem completas.
4- Objetividade
Sabem o que é certo e errado e não se importam que o outro saiba o que está errado numa relação e nem toda a gente sabe lidar com essa objectividade.
5- Não são fáceis de entender
Têm uma mente, por vezes, um pouco complicado e nem sempre conseguem fazer-se entender. Não quer dizer que não tentem mas é difícil explicar tudo.
6- Falta de subtileza
O seu foco é nas coisas maiores, deixam passar as dicas subtis da outra pessoa acerca de coisas insignificantes. Não o fazem propositadamente mas pode magoar.

Concordas? Deixa o teu comentário acerca deste tema 😊