As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80

Estamos em 2018 e orgulhamo-nos de postar as nossas selfies, vestidos de maneira decente e com estilo, mas como vão parecer essas selfies daqui a vinte anos?

Dá uma olhada nestas fotos de família dos anos 80 que parecem tão estranhas hoje:

As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (20)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (18)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (17)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (19)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (16)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (15)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (14)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (11)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (12)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (13)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (10)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (9)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (8)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (5)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (6)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (7)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (3)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80 (2)As Estranhas e Hilariantes Fotos de Família Dos Anos 80

Nasceu Sem Pernas E Tornou-se Modelo De Lingerie, Uma Verdadeira Inspiração

Histórias positivas e inspiradoras vêm de qualquer lugar e estão em qualquer lado. Kanya Kesser é uma dessas histórias incríveis de verdadeira inspiração.

Nasceu na Tailândia e foi para os EUA quando tinha cinco anos de idade. Abandonada pelos pais num templo budista, com apenas uma semana de vida, foi criados em orfanatos até essa idade, quando foi adoptada por uma família americana.

A atriz de 26 anos ganha a vida a vida como modelo de lingerie e não apenas redefiniu o que é sexy – mas destruiu ideais de beleza convencionais.

Não bastando, Kanya Kesser é ainda atleta competindo em vários desportos como o skate e o surf.

Apesar de sofrer bullying online, Kanya diz que não se deixa afetar.

“Não dês ouvidos ao que as pessoas dizem sobre ti, porque tu és a única pessoa que pode decidir sobre a tua vida. Decide o que queres fazer e nunca desistas.”

Confere a sua entrevista inspiradora abaixo.

Desesperado Por Comida Este Jovem é Ajudado Por Um Estranho Que Muda a Sua Vida

Um garoto de 16 anos, Chauncy Jones não é um adolescente normal. Na sua tenra idade, ele já tem a determinação de subir mais alto do que os problemas que a vida lhe deu, uma visão do seu futuro e uma mente amadurecida. Apesar de ter 16 anos, Chauncy tentava arranjar um emprego para ajudar a sua mãe a pagar o aluguer, pagar contas e comprar comida para a família. Ao mesmo tempo, ele é um excelente aluno, sempre com notas altas!

Foi numa das tentativas de Chauncy,a ajudar a sua mãe a fazer face às despesas, que ele encontrou Matt White, um jovem de Memphis que estava a fazer compras. Ele estava na loja na esperança de conseguir algo para comer. Chauncy aproximou-se de Matt e perguntou se ele poderia ajudá-lo e levar as suas compras para o carro. Em troca da sua ajuda, ele perguntou se lhe poderia dar um pacote de donuts.

Matt, o jovem de Memphis, foi surpreendido pela oferta do adolescente. Sentindo pena de Chauncy, o jovem decidiu dar-lhe mais do que apenas os donuts que ele estava a pedir. O generoso estranho comprou mantimentos, como itens de higiene, cereais e outros alimentos para o adolescente e a sua mãe, Barbara.

Desesperado Por Comida Este Jovem é Ajudado Por Um Estranho Que Muda a Sua Vida

Surpreendentemente, a gentileza de Matt não terminou aí. Ele levou as compras e o adolescente até casa.

Matt foi Inspirado pela visão positiva da vida de Chauncy, escreveu a sua experiência notável e compartilhou na sua conta do Facebook.

“Acabei de conhecer a pessoa mais inspiradora de todas. O seu nome é Chauncy Jones. Ele é um garoto de 16 anos de Memphis … Aproximou-se de mim enquanto eu estava nas compras e perguntou se me poderia ajudar a levar os meus sacos de compras para o meu carro em troca de um pacote de donuts.

“Esse garoto parecia ter sido rejeitado 100 vezes. Parecia envergonhado, com fome e despedaçado. No meu coração, eu gritei um alto “sim!”, Mas para ele, eu apenas sorri e disse: “sim, vamos pegar alguns donuts.” Perguntei-lhe se ele estava sozinho e ele disse que tinha vindo até aqui com a esperança de que alguém lhe comprasse algo para comer porque ele e a mãe não tinham nada em casa. Ele não tinha telefone, nem passagem de bus, e ele estava dependendo das graças de um estranho para alimentá-lo antes do bus sair dali a uma hora.

Desesperado Por Comida Este Jovem é Ajudado Por Um Estranho Que Muda a Sua Vida3

“Será desnecessário dizer que ele e eu fomos às compras. Nós divertimo-nos tanto! Comprámos cereais e batatas fritas e legumes congelados, pizzas, Cheetos, melões e massas, manteiga de amendoim, leite, sabão, escovas de dente, um pouquinho de tudo. Durante todo o tempo conversamos e ele contou-me das excelentes notas que tem na escola e está a tentar arranjar um emprego para ajudar a sua mãe a pagar o aluguer. Este garoto foi incrível.

“Chauncy continuava a dizer que era pobre, mas disse-me que um dia ele seria rico e dono dos seus próprios negócios para poder ajudar outras pessoas na sua vizinhança e comprar mantimentos como eu. Eu fiquei admirado.”

Na mesma postagem no Facebook, Matt contou como a sua reunião com Chauncy foi uma experiência muito humilhante.

“Eu dei-lhe uma boleia para casa, para que ele não precisasse pegar o bus, quando chegamos à sua casa, fiquei realmente acabrunhado. Ele não estava a brincar. Ele e a sua mãe não tinham nada. Eles nem tinham camas nem móveis. Eles dormiam em almofadas feitas de sacos-cama; tinham duas lâmpadas e nada no frigorífico.

Desesperado Por Comida Este Jovem é Ajudado Por Um Estranho Que Muda a Sua Vida1

Nada. A sua mãe era tão doce, mas muito frágil. Eu não sabia dizer o que era, mas ela tinha algum tipo de deficiência física e / ou mental que a fazia tremer e dificultava a caminhada. Fiquei com lágrimas nos olhos.”

“Quando desembalamos a comida na cozinha, podia ver a esperança a voltar aos olhos de Chauncy. Ele sabia que não ia passar fome. Parecia uma criança novamente. Quando eu estava a sair, dei-lhe um abraço e disse-lhe o quanto Deus o amava e que ele cresceria para ser um homem incrível. Nunca vou esquecer esse abraço. Significava mais para mim do que qualquer coisa que possuo. Nosso Deus é um Deus maravilhoso, e nunca podemos ser gratos o suficiente pelas bênçãos que temos. ”

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FFox59News%2Fvideos%2F10154374580064575%2F&show_text=0&width=560

Embora a bondade e a compaixão que ele demonstrara com a mãe e o filho com as dificuldades já fossem surpreendentes, Matt sentia que precisava fazer mais por Chauncy e Bárbara. Com um forte desejo de fazer uma grande diferença na vida dos dois, criou uma página do GoFundMe que ele chamou de Chauncy’s Chance.

Inicialmente, Matt pretendia angariar dinheiro para que Chauncy pudesse comprar um cortador de relva para poder cortar a relva das pessoas. Na mesma página, Matt também indicou alguns itens, como roupas, móveis e CD player, para tornar a casa da mãe e do filho mais habitável.

Mas a história de Matt e Chauncy tornou-se viral e a página conseguiu angariar cerca de US $342.106 (290.000 euros 1.386.000 reais)! O dinheiro que eles angariaram é mais do que suficiente para ajudar Matt e Barbara a terem uma condição de vida melhor.

“A partir de hoje, Barbara e Chauncy têm uma nova vida. Deus providenciou para eles uma casa, um carro, uma nova escola, restaurou a saúde de Bárbara e continua a oferecer-lhes oportunidades infinitas para o futuro. Cada dólar doado ao Chance do Chauncy foi colocado num fundo protegido que lhes proporcionará um futuro seguro por décadas.”, disse Matt, atualizando as pessoas que foram tocadas pela história de Chauncy.

“Obrigado novamente por estar disposto a tocar uma vida, fazer a diferença, dar uma chance a Chauncy.”

Chauncy e Matt ensinam-nos uma linda e importante lição de vida. Chauncy ensina-nos a acreditar na bondade das pessoas, a permanecer positivo apesar de todos os contratempos da vida e a continuar a sonhar com um futuro triunfante. Ao mesmo tempo, Matt ensina-nos a aproveitar todas as oportunidades para ajudar uns aos outros, para tocar uma vida e fazer a diferença. Que todos nós possamos sentir esta história de coração e aprender com ela.

Culturista De 72 Anos Foi Ao Ginásio E Deu Uma Lição Aos Mais Novos

Já é mau o bastante ficar mais difícil de dormir, mais difícil de lembrar onde se deixou a carteira, mais difícil de saltar da cama com aquele mesmo vigor o vigor que se tinha quando era jovem.

Além de tudo isso, a perda de massa muscular e densidade óssea que acompanha o envelhecimento normal pode dificultar a manutenção de um peso saudável. Mas para alguns indivíduos, a idade é apenas um número, o que é verdade, é apenas um número que significa quanto tempo se está vivo. Algumas pessoas têm a missão pessoal de desafiar o ataque do tempo, como a lenda do culturista em forma neste vídeo. O culturista espanhol Rafael Vera, de 72 anos, faz uma das mais incríveis peças enquanto se veste como um velhote gordo e supera todo mundo no ginásio local.
Rafael acompanhado pelos seus velhos companheiros, fazem um tour no ginásio e tentam usar o equipamento e alguns pesos, com vários graus de sucesso. Os frequentadores regulares assistem às tentativas dos veteranos, com expressões que variam de divertidas a preocupadas.
Fantástico! Ora vê 😃

Gostaste desta história? Partilha com os teus amigos.
Ajuda-nos a crescer 💙💙💙

 

Todos Devem Ver Este Vídeo Pelo Menos Uma Vez na Vida

Nick nasceu com a doença rara Tetra-amelia.

Tetra-amelia é uma síndrome muito raro caracterizado por uma falha na formação embrionária, que leva à ausência dos quatro membros.

A sua vida foi cheia de dificuldades e privações. Aprendeu a escrever usando os dois dedos do pé esquerdo, e um dispositivo especial que usava para agarrar. Aprendeu também a usar um computador, jogar bolas de ténis, pentear o cabelo, escovar os dentes, atender o telefone, fazer a barba… Vujicic cresceu muito deprimido pelo fato de ser discriminado na escola. Com oito anos de idade, tentou o suicídio .
A grande mudança na sua vida foi quando a sua mãe lhe mostrou um artigo de jornal sobre um homem com uma deficiência grave. Isso levou-o a perceber que ele não era o único com problemas.
Conhece aqui a sua impressionante história:

Gostaste deste artigo? Partilha com os teus amigos 💛💛💛

Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição!

Todos podem sorrir quando estão nas nuvens. Todos podem chorar quando o tempo está azul. Mas é preciso uma pessoa forte para sorrir quando tem todos os motivos para chorar! Leah é uma menina de 5 anos, resistente e forte, com uma visão positiva na vida. A menina sofre de Neutropenia congénita grave, uma doença genética rara caracterizada por uma deficiência de neutrófilos na medula óssea.

Os neutrófilos são um tipo de glóbulos brancos que são importantes na cura da inflamação e estimulam o nosso sistema imunitário. Assim, pessoas com Neutropenia congénita grave são propensas a infecções e inflamações. Além disso, cerca de 40% das pessoas com esta doença sofrem de diminuição da densidade óssea e têm um risco aumentado de desenvolver osteoporose.

Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição2

Leah nasceu com esse raro distúrbio genético e já havia passado por dois transplantes de medula óssea. Realizou o seu primeiro transplante de medula óssea a 7 de fevereiro de 2014. Dois anos depois, fez o segundo e precisou de tempo para se recuperar da ‘doença enxerto versus hospedeiro’. Um processo no qual as células do sangue da medula óssea doada atacam o corpo do hospedeiro.

Depois De Dois Transplantes Esta Menina Continua a Cantar e a Sorrir e Dá-nos Uma grande Lição

Passar, não por um, por dois transplantes de medula óssea em dois anos não é algo que qualquer um de nós gostaria de passar, muito menos o seu próprio filho. Mas um vídeo de Leah, sorrindo, cantando e dançando durante a sua recuperação mostra que ela está irradiando com uma forte e positiva perspectiva na vida. Olhando para o seu vídeo , não seria possível dizer que a menina de 5 anos está a sofrer de Neutropenia congênita grave.

No vídeo agora viral, a mãe de Leah, Lindsay Chapman-Carroll, capturou Leah a cantar e a dançar a música “Overcomer” por Mandisa no American Idol. No vídeo, Leah está a divertir-se cantando uma música que fala ao coração dela.

Lindsay fez o upload do adorável vídeo de Leah na sua conta do Facebook juntamente com a legenda:

“Ela é uma grande vencedora. Choque séptico, dois transplantes de medula óssea, doença do enxerto contra o hospedeiro e 325 dias fora de casa no hospital. Deus é tão bom para nós através de tudo e Leah é a prova da sua misericórdia e graça! Eu não possuo os direitos dessa música. ”

O vídeo emocionante de Leah tornou-se viral e uma inspiração para todos. Na verdade, a própria Mandisa do American Idol compartilhou o vídeo de Leah na sua própria página. Palavras de admiração e apoio foram deixadas a Leah e à sua mãe, Lindsay.

“Estou impressionada com o amor e o apoio que o vídeo de Leah trouxe! Tantos pedidos de novos amigos e mensagens que eu não posso acompanhar! Por favor, sinta-se livre para seguir a página Prayers and Love for Leah. Obrigado por todo o amor, apoio e orações. Obrigado, Mandisa por compartilhar o vídeo de Leah e pedir oração! ”Linsay acompanhou no Facebook, depois de receber uma enorme quantidade de apoio e amor de pessoas em todo o mundo.

Fiel à letra da canção inspiradora de Mandisa, Leah é uma grande e inspiradora vencedora. Apesar da sua tenra idade, ela provou para si mesma e para o mundo que nem mesmo o maior problema do mundo poderia derrubar a sua perspectiva positiva, nem tirar o sorriso do seu rosto!

Assiste ao vídeo reconfortante de Leah e que ela te inspire a enfrentar os desafios da vida com um sorriso radiante no teu rosto!

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FPrayersAndLoveForLeah%2Fvideos%2F1128590280584398%2F&show_text=0&width=476

Fotos e vídeo de: Prayers and Love for Leah & Leah’s Family Fund

Carta Sincera De Marido Para A Fotografa Que “Mudou” a Sua Esposa

Esta é uma carta longa mas vale a pena ler até ao fim…

A fotografa Victoria Caroline publicou no Facebook a carta que recebeu do marido de uma das suas clientes.

Victoria Caroline disse no seu post que no inicio da sua carreira, recebeu o contacto de uma cliente, para ser fotografada num fantástico hotel, uma mulher lindíssima e cheia de curvas. Mas ela tinha um pedido a fazer “quer que use o Photoshop e retire toda a celulite, as estrias, a gordura e todas as marcas que tenho. Quero sentir-me maravilhosa por uma vez.”

E assim ela fez. Passaram horas a fazer fotografias, ela usou o Photoshop e tornou-a numa mulher de sonho. Estas fotografias foram um presente que a cliente quis dar ao seu marido, um lindo álbum com 30 fotos.

Passados 3 dias Victoria Caroline recebeu o seguinte email:

23

“Olá Victoria,
Sou o marido da X. Estou a escrever-lhe porque há pouco tempo recebi o álbum de fotos que fez da minha mulher. Não quero que pense que, de alguma forma, estou aborrecido consigo… mas tenho algumas ideias que quero partilhar consigo. Estou com a minha mulher desde os nossos 18 anos e temos duas lindas crianças. Temos tido altos e baixos no nosso casamento e penso… Bem, sei muito bem porque a minha mulher quis fazer estas fotos, para apimentar a relação. Por vezes ela queixa-se que eu não a acho atrativa, que não me culparia se eu encontrasse uma pessoa mais nova. Quando abri o álbum que ela me ofereceu, o meu coração tremeu. Estas fotos… elas são lindas e você é uma fotografa extremamente talentosa mas… esta não é a minha mulher. Fez desaparecer todas as “falhas” … e mesmo sabendo que foi ela que lhe pediu para fazer desta maneira, tirou tudo o que compõem a nossa vida. Quando lhe retirou as estrias, tirou o registo dos nossos filhos. Quando retirou as rugas, tirou as marcas de duas décadas de risos e preocupações. Quando retirou a celulite, tirou-lhe o gosto pelos cozinhados e todas as iguarias que comemos juntos ao longo dos anos. Não lhe estou a dizer tudo isto para a fazer sentir mal, apenas fez o seu trabalho. Escrevo-lhe apenas para lhe agradecer. Ver estas fotos fez-me perceber que não digo à minha mulher, as vezes suficientes, que A AMO e a adoro exatamente como é. Ela ouve-o tão raramente que achou que fazer estas fotos era o que eu queria e como a gostava de ver. Eu tenho que fazer melhor, e até ao fim dos meus dias, vou elogiá-la e às suas imperfeições.
Obrigado pela lembrança.
Cumprimentos”

Carta Sincera De Marido Para A Fotografa Que “Mudou” a Sua Esposa2

“Senhoras, consigo fazer tudo com o Photoshop. Mas gostava que pensassem duas vezes no quanto querem ser mudadas. Os nossos amados gostam de nós como somos. Este email é 100% real e eu, durante 6 meses, chorava de culpa cada vez que o lia. Incentivo-vos a aceitarem-se como são!

E no caso de não ter ninguém que vos diga como estão lindas esta noite….

TU ÉS MARAVILHOSA!!! ❤

Tenho 40 Anos e Vou Partilhar Casa! E Agora?

Tenho 40+ anos e no próximo mês vou partilhar uma casa. E agora?

De acordo com as minhas próprias regras, não é assim que as coisas deveriam ser aos 40 anos. Eu deveria estar a organizar calendários escolares e férias familiares e não a fazer uma lista de tarefas de quem deve aspirar ou limpar o pó esta semana. Mas estou. E sinto-me bem com isso!

Estou animada, na verdade. O incentivo é pensar que já é hora de mudar as minhas próprias regras sobre como os adultos devem viver quando atingirem uma certa idade.

Mudei-me para França há uns meses, sozinha, e imediatamente assumi que era velha demais para viver numa situação de partilha de casa. Sejamos honestos, a maioria das pessoas com mais de 35 anos não quer mais viver como os mais jovens. Mas essas limitações são cruéis porque colocam uma pressão desnecessária sobre as pessoas para que se esforcem, sozinhas, especialmente se não tiverem um parceiro e / ou filhos. Essas regras são caras também.

A parte mais cruel é que se insinua que eu, de alguma forma, sou um pouco um perdedor, que não encontrei o meu caminho na vida, quando na verdade eu sou uma pessoa perfeitamente funcional e feliz, contribuindo para a sociedade trabalhando e pagando impostos.

Um recente artigo de outras pessoas de 40 e poucos anos, que voltaram a viver com os seus pais, depois de perderem o seu emprego, indica como as pessoas podem ser julgadoras. Comentários sugeriram que elas deveria crescer e parar de procurar os seus pais em busca de apoio. Mesmo eu tive um breve momento a pensar que estas pessoas provavelmente já deveria ter a vida organizada. Mas quem sou eu para julgar? E o que exatamente é “ter a vida organizada”? Por que uma pessoa de 41 anos deve lutar por conta própria se tiver opções que possam torná-lo mais saudável e feliz? Quando é que nós começámos a ficar tão chateados com pessoas que procuram ajuda?

Isso fez-me repensar por que eu escolhi estar numa situação solitária num novo país. Repensar todos os telefonemas e messaging que faço para manter contato, ficar sozinho em casa pode ser um desafio mental. Então, por que negar a mim mesma a opção de ter alguém com quem conversar à noite, rir ou cozinhar, simplesmente porque acho que estou velho demais para esse tipo de maluquice? Certamente que o divertimento não é apenas para pessoas jovens?

Atenção! Eu adoro ficar sozinha e reconheço que preciso de um tempo quieta para repor as minhas reservas e poder dar meu tudo a cada semana no trabalho. Mas enquanto estou ocupado num novo emprego, às vezes é difícil manter uma disposição alegre quando estás em casa sozinha, sem ninguém para perguntar como foi o teu dia ou se queres um café. O café é o mais importante, obviamente.

Talvez não sejamos nós os únicos de 40 e poucos anos que precisam crescer, mas as visões de julgamento que precisam ser alteradas. A sociedade está a mudar rapidamente. Hoje os empregos não duram toda a vida, então precisamos de ser mais flexíveis, o que significa mudar muito, mais do que nunca. Nem todo a gente tem filhos hoje em dia e os porquês e por que não, não são da conta de ninguém. Muitas pessoas (especialmente os solteiros) têm dificuldade em pagar por uma casa própria.

Partilhar casa pode ser o caminho do futuro à medida que mais pessoas descobrem que a vida nem sempre funciona conforme o planeado. E, em vez de lançares um julgamento, por que não adicionar à crescente lista de alternativas à família nuclear “casa, dois filhos e um cachorro”. Se queremos uma sociedade de pessoas bem ajustadas, então as regras antigas não se podem mais aplicar.

Partilha casa, se quiseres. Vive com os teus pais se precisares. Vive sozinho. Tanto faz. Não há o certo ou o errado, existe apenas a tua vida.

Até que alguém beba o último pacote de leite e não o substitua. 😉

Policia Amamentou Um Bebé Abandonado e Foi Promovida Depois da Imagem se Tornar Viral

A mulher policia argentina Celeste Ayala está sendo elogiada por ir acima e além do seu dever depois de amamentar um bebé faminto num hospital infantil.
Ela estava de plantão no Hospital Infantil Irmã Maria Ludovica, em Buenos Aires, quando ouviu um bebé a chorar. O bebé de 6 meses foi levado ao hospital para tratamento, juntamente com cinco irmãos mais velhos, depois das assistentes sociais os removeram dos cuidados dos seus pais.
O bebé estava sujo e fedorento, mas isso não impediu que Celeste Ayala entrasse para ajudar a acalmar os gritos do bebé. Com uma filha de 16 meses, pediu permissão a uma assistente social para amamentar o bebé e começou a amamentar enquanto ainda estava fardada.
O momento reconfortante foi capturado por um colega de trabalho, Marcos Heredia, que publicou uma foto da oficial que cuidava da criança no Facebook. O post elogiando o “gesto de amor” de Ayala tornou-se viral, e as pessoas da internet começaram a agradecer a Ayala por restaurar a sua fé na humanidade.
Eventualmente, as ações desta mulher polícia foram notadas e esta foi promovida de oficial para sargento.
Numa entrevista a um canal de notícias argentino, Cronica TV, Celeste Ayala disse que espera que mais pessoas escolham agir da maneira que ela fez.

“Foi um momento triste, partiu a minha alma vê-lo assim, a sociedade deve ser sensível às questões que afetam as crianças, não pode continuar acontecendo”.

Bem haja Celeste Ayala!! 💛💛💛

O Incrível Testamento de Jeannine Vromant

Uma lápide cinza gravada com uma cruz, embelezada com uma menção “nem flores nem placas”, aninhada no meio do corredor A2 do cemitério de Tourcoing … O túmulo de Jeannine Vromant é a imagem dela em vida. Simples e discreto.

Mais de um ano e meio depois de sua morte, aos 86 anos, Jeannine agita as notícias. Deve ser dito que a jovem senhora, habitante do Sena-Marítima, privada de marido, filhos e herdeiros diretos, deixou no seu rastro uma vontade incomum: cerca de 200 lendas com perfis por vezes completamente inesperados para compartilhar um capital de cerca de 280.000€, que estavam esperando em várias instituições financeiras.

O testamento em questão é de quatro páginas inteiramente cobertas com caligrafia fina. E é Me Francis Bécu, notário em Arras, que tenta aplicá-lo há dezoito meses.
Por que ele?

“Ela trabalhou aqui como negociadora imobiliária de 1977 a 1982”

, diz ele. Era o escritório do meu pai, mas também trabalhei com ela. Ela era atípica, pelo físico e pela maneira de trabalhar. Ao mesmo tempo familiar e respeitosa. Muito acolhedora.
Na época da aposentadoria, Jeannine Vromant mudou-se para Dieppe, alugando um pequeno apartamento no HLM.
“Ela manteve contato e falávamos ao telefone regularmente”

Foi assim que Me Bécu soube, no ano 2000, que a ex-funcionário começou a escrever um testamento, sozinha, em casa. Uma lista de pessoas que ela modificava e aperfeiçoava pelas suas próprias mãos, durante alguns anos, antes que o notário recebesse uma versão final em 2004.

“Nós o colocamos num cofre. E mais nada “…

Pelo menos até 3 de março de 2008, a data da morte de Jeannine Vromant. O documento sai das sombras.

“Estamos cientes disso. E é aí que percebemos a magnitude do tremendo trabalho pela frente. Cerca de 200 nomes aparecem no testamento, como legados. Pessoas cujo falecido tinha sido obviamente próximo ou cujos pequenos gestos de afeto ela apreciava … “

Às vezes era três vezes nada. “Enfermeiros, médico, farmacêutico, canalisador, carteiro, ou até mesmo os motoristas de autocarro da empresa Stradibus de Dieppe, que sempre paravam na paragem, mesmo que ela não estivesse ainda lá.

Até Madagascar! “Tivemos que usar o telefone e a internet. Havia nomes, às vezes simples, com um número de telefone ou uma função. Por exemplo, “O funcionário do mensageiro” … Era necessário investigar para identificar a pessoa que era de fato um funcionário público do Tesouro Dieppe, que sem dúvida a ajudou com os seus arquivos. Também encontramos funcionários do estudo arrageoise, ou mais especificamente os seus filhos . E às vezes, não encontramos.

“Há uma pessoa, aposentada, que me disseram que ela partiu para se estabelecer em Madagascar! Difícil incorrer em despesas significativas para encontrá-lo por uma quantia limitada de dinheiro. Neste caso, aproximadamente 1.200€ por legatário.”

A 4 de agosto, Me Francis Bécu envia uma carta a essas 200 pessoas para informá-las de que são os herdeiros de Jeannine Vromant. Muitos responderam, mas ainda faltam 70 a 80 respostas. Ele irá reiniciar.

“Eu não penso em completar este arquivo antes do final do ano. É verdade que às vezes pensamos que seria impossível administra-lo. Vários colaboradores trabalharam nisso. Mas estamos aqui para impor as últimas disposições de Mademoiselle Vromant.

Traduzido e adaptado de: calais.mavill

O que pensas desta história? Deixa-nos a tua opinião 💚💚💚