Comportamento Desenvolvimento pessoal Personalidade Psicologia

Por Que Criticar os Outros É Muito Mais Prejudicial Do Que Pensas

Já pensaste como há pessoas que não pensam duas vezes antes de criticar outra pessoas? Como os seus níveis de tolerância são praticamente inexistentes tornando-os argumentativos e facilmente irritados?

Criticar os outros é uma característica do ser humano, diz a minha mãe, todos nós fazemos isso! Esta afirmação soa-me um pouco ao mesmo que dizer “eu sou assim!”. Mas não será isso burrice, pouca vontade de mudar, comodismo? Ou será que somos mesmo comandados pelo nosso cérebro que nos diz “eu sou assim!” como quem diz, não há nada a fazer?

Já pensaste como há pessoas que não pensam duas vezes antes de criticar outra pessoas? Como os seus níveis de tolerância são praticamente inexistentes tornando-os argumentativos e facilmente irritados? Bem, a verdade é que sempre existirá diferenças entre nós e como eu, pessoalmente, não quero criticar ninguém, devo dizer que de certeza essas pessoas simplesmente desconhecem as repercussões do seu comportamento. Tenho a certeza de que não continuariam.

Então cá estão três maneiras pelas quais o acto de criticar cria uma forma destrutiva de energia, atingindo muito mais do que imaginamos…

Energia Negativa:

Quando mandas energia negativa noutro ser humano, estás a machuca-lo, quer percebas ou não. Tens a capacidade de interferir na auto-estima e no valor próprio da outra pessoa, que causa mudanças na sua maneira de ser e na maneira como percebem o mundo ao seu redor. Ao mesmo tempo, envias energia negativa para fora do universo por si só. O que envias é o que recebes de volta. Gostarias que alguém fizesse ou dissesse alguma coisa para te machucar? Claro que não! Sê porreiro. Sê maduro. Não nos esqueçamos da Regra de Ouro. Todo mundo comete erros. Erros são ferramentas necessárias de sabedoria e crescimento. Se realmente sentes que alguém está a errar, então não lhes dês nenhuma energia! Focar a tua atenção apenas lhes dá mais poder.

Psicologia:

Quando fazes declarações depreciativas sobre os outros, estás realmente a falar sobre ti mesmo! Quando um indivíduo ataca outro, é um mecanismo de defesa. O seu comportamento é um produto de sentimentos e problemas com os quais eles estão a tentar lidar. É um comportamento que faz com que pareçam “menos do que.” Eles estão a anunciar ao mundo que não estão centrados e que há um desequilíbrio de harmonia nas suas vidas, o que requer que eles ponham a culpa em algum lugar. O ego é que está aqui a trabalhar, e sempre que o ego assume o controle, podes ter certeza de que não será uma experiência positiva. O ego só procura o número um. É egocêntrico e não centrado em ti. Grande diferença! Respeita-te respeitando os outros. Honra e ama-te a ti mesmo e nunca irás desonrar ou odiar o outro.

Consciência Coletiva:

Estás a aumentar a consciência, iluminação e evolução da humanidade, agindo de uma forma que aumenta a vibração do planeta como um todo, estás a mandar-nos para trás, enviando energia vibracional inferior? Vamos dar um exemplo positivo aos nossos filhos – o futuro da humanidade. Sim, ainda temos guerras. Sim, ainda testemunhamos injustiças. Ninguém está imune a sentir simpatia pelo sofrimento humano que acontece no mundo.

Então a questão é, perpetuas essas coisas gastando o teu tempo e atenção escolhendo pensamentos e palavras de raiva e discórdia, ou estás disposto a gastar o teu tempo tentando elevar o planeta, elevando os outros e inspirando esperança para uma paz futura? Raiva gera raiva. Violência gera violência, e é por isso que há tanta dor no mundo. No entanto, nunca devemos aceitar comportamentos que descaradamente prejudiquem outro ser humano. Então, para aqueles que professam estar fortemente contra as atrocidades da humanidade, coloca a tua paixão ao trabalho, fazendo tudo o que puderes para vir de um lugar de amor e estar ao serviço daqueles que precisam de ajuda – não de um local de raiva da tua situação e ódio pelos teus opressores. Se te envolveres neste último, tudo o que estarás a fazer é simplesmente adicionar força e impulso às energias com as quais alegas estar a lutar, o que apenas perpetua o ciclo interminável. Não podemos resolver os problemas do mundo com a mesma mentalidade com que foram criados. São as nossas intenções puras e amorosas, desprovidas de ego, que apoiarão o bem maior de toda a humanidade.

Cada mudança pessoal na autoconsciência e o acto de focarmos no bom e no positivo – por menor que pareça – ajuda e apoia a transformação de todo o planeta. Este é um papel ativo que todos podemos alcançar individualmente. Se sentes que ainda não encontraste o teu propósito na vida, este será sempre um, ensinar e contribuir para a expansão de uma consciência de unidade harmoniosa e pacífica. As mudanças mais importantes e de maior alcance são aquelas que fazes dentro de ti.

A humanidade está interligada. Nós somos uma parte de um todo. Não há separação. O que tu fazes com o outro, fazes para ti mesmo e para o planeta. O que afeta uma pessoa realmente afeta a todos nós. Nós não somos impotentes para mudar o mundo. Cada pessoa é importante e tem o poder de tornar o mundo um lugar melhor. Vamos nos concentrar nessa energia, a energia que queremos aumentar, não a energia negativa de tudo o que vemos de mau no mundo. Alguns dizem que a violência e sofrimento é a realidade e criticam os outros por não parecerem dolorosamente cientes disso, porém, eu digo que é porque estamos conscientes de que nós devemos nos esforçar para criar uma nova realidade e parar de reforçar e alimentar a velha e dolorosa realidade. Mesmo a menor contribuição positiva é realmente significativa e causa uma mudança na direção certa.

Nós sabemos que somos todos diferentes Dito isto, a linha de fundo está sempre lá. Se não pode dizer algo de bom, bem, tu sabes o resto …

 

“Tu não és uma gota no oceano. Tu és o oceano, numa gota.” Rumi


Que pensas sobre este assunto? Deixa a tua opinião 😉

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s