Curiosidades Histórias de vida Mundo

Policia Amamentou Um Bebé Abandonado e Foi Promovida Depois da Imagem se Tornar Viral


A mulher policia argentina Celeste Ayala está sendo elogiada por ir acima e além do seu dever depois de amamentar um bebé faminto num hospital infantil.
Ela estava de plantão no Hospital Infantil Irmã Maria Ludovica, em Buenos Aires, quando ouviu um bebé a chorar. O bebé de 6 meses foi levado ao hospital para tratamento, juntamente com cinco irmãos mais velhos, depois das assistentes sociais os removeram dos cuidados dos seus pais.
O bebé estava sujo e fedorento, mas isso não impediu que Celeste Ayala entrasse para ajudar a acalmar os gritos do bebé. Com uma filha de 16 meses, pediu permissão a uma assistente social para amamentar o bebé e começou a amamentar enquanto ainda estava fardada.
O momento reconfortante foi capturado por um colega de trabalho, Marcos Heredia, que publicou uma foto da oficial que cuidava da criança no Facebook. O post elogiando o “gesto de amor” de Ayala tornou-se viral, e as pessoas da internet começaram a agradecer a Ayala por restaurar a sua fé na humanidade.
Eventualmente, as ações desta mulher polícia foram notadas e esta foi promovida de oficial para sargento.
Numa entrevista a um canal de notícias argentino, Cronica TV, Celeste Ayala disse que espera que mais pessoas escolham agir da maneira que ela fez.

“Foi um momento triste, partiu a minha alma vê-lo assim, a sociedade deve ser sensível às questões que afetam as crianças, não pode continuar acontecendo”.

Bem haja Celeste Ayala!! 💛💛💛

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s