Arte Curiosidades Imagens

Fotografo Recria Anúncios Sexistas dos Anos 50, Invertendo os Papéis


Se o sexismo comum e a misoginia são agora denunciados, nem sempre foi esse o caso, longe disso. Nos anos 50, relegar uma mulher a tarefas domésticas, não era anormal na época, era até mesmo completamente aceito.

A esposa perfeita era uma empregada perfeita, com um estilo impecável, uma casa organizada e um marido ocupado. Ela também poderia ser desajeitada e não muito inteligente para exaltar os méritos de um produto com fácil abertura …

Desde então, as coisas mudaram um pouco. Se o sexismo comum tende a diminuir, desaparecer, a mulher continua a ser o principal objeto dos anúncios atuais.
Hoje, as mentalidades evoluem lentamente, sendo a mulher ainda representada principalmente como esposa / mãe ou como mulher “liberal”. Foi ao ouvir os seus tios discutirem o seu papel de hoje em dia, o de realizar “o trabalho de casa como mulher”, que o fotógrafo teve a ideia de uma série dessas.
“Embora eu saiba que nem todos os homens pensam como os meus tios, fiquei surpreso ao saber que alguns, sim. Então imaginei um universo paralelo, onde os papéis são invertidos e os homens experimentam seu próprio veneno sexista. “
Eli Rezkallah, fotógrafo e fundador da Revista Plastik, na sua série “Num mundo paralelo”: inverteu os papéis na publicidade do passado, para melhor revelar o seu género e a objectivação das mulheres.
Ele pegou em propagandas antigas para oferecer uma versão revisitada e assim reverter os papéis para revelar o absurdo de tais estereótipos.

Rede de restaurantes fast food Hardee’s

“As mulheres não saem da cozinha!”

Cerveja Schlitz

“Não te preocupes, amor, não queimaste a cerveja!”

Café Chase and Sanborn, década de 1950

“Se um dia o seu marido descobrir que você não confere o frescor do café antes de comprar…”

Calças Mr. Leggs, 1962

“É bom ter uma garota em casa”

Ketchup da Alcoa Aluminium, década de 1950

“Quer dizer que até uma mulher consegue abrir?”

Detergente Lux, 1956

“Saia da cozinha o quanto antes!”

Meias-calça da Chemstrand Nylon, década de 1940

Aspiradores Hoover, década de 1950

“Na manhã de Natal, ela ficará mais feliz com um Hoover”

Calças Mr. Leggs, 1962

Gravatas Van Heusen

“Mostre que o mundo é dos homens”
Podes ver o fantástico de trabalho de Eli Rezkallah no seu Instragam.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s