Comportamento Dicas Relacionamento

Como Ultrapassar A Obsessão Num Relacionamento


A maioria das mulheres depara-se com problemas e confusão nas suas vidas amorosas porque não sabem como é um relacionamento verdadeiramente saudável, e como é suposto sentirem-se. E não é para menos, considerando os retratos muito irreais do amor nos filmes, TV e música.

Existe essa ideia de que temos uma alma gémea e que histórias reais de amor devem ser preenchidas com obstáculos e drama. Embora isso seja um bom entretenimento, não é a vida real.

A maioria das histórias de amor que vemos na cultura pop estão enraizadas na paixão … não no amor verdadeiro. Algum grau de paixão é bom, mas um relacionamento inteiramente enraizado na paixão é geralmente condenado. Geralmente é baseado numa obsessão, ou idealização, mais do que uma genuína apreciação e aceitação de quem é a outra pessoa.
Existe uma tremenda diferença entre amor real e verdadeiro e obsessão ou fixação doentia.
Se achas que estás a viver uma fixação, no teu relacionamento amoroso, aqui ficam algumas dicas para ultrapassares essa osbessão.

Pensa nos perigos da obsessão 

A obsessão pode parecer romântico e amoroso mas tens que ficar ciente dos perigos da obsessão. Muitas vezes as pessoas com relacionamentos obsessivos lutam contra o crescimento porque ficam focados na outra pessoa e muitas das vezes tornam-se pessoas infelizes por serem dependentes de outro alguém.
Percebe que a felicidade e a independência estão interligados. (e independência não significa estar sozinho).

Escolhe amar-te a ti 

A maior parte das pessoas que estão obcecadas por um relacionamento, relutam em amar-se a si próprias. Procuram alguém para amar porque acham que é a única coisa que merecem.
Começa a amar-te a ti própria começando por reconhecer as tuas qualidades e satisfazendo as tuas necessidades emocionais.

Toma consciência da obsessão 

Se estás a ler este artigo, há uma boa chance de achares que podes ser obsessiva.
Admitir para ti mesma que te estás a tornar obsessiva é o primeiro passo para começar a mudar.

Olha para a relação pela perspectiva da outra pessoa 

O que importa para o teu parceiro? Podem ter prioridades e paixões na vida que não entendes. Percebe que a tua existência por si só não será a única prioridade e esperares isso é irrealista.
Em vez disso, tenta saber mais sobre as paixões do teu parceiro e tenta apoiá-lo.

Toma consciência que a obsessão pode mudar a maneira de veres as coisas

Se estás obcecada por alguém não consegues ver essa pessoa como ela é e isto aplica-se ao relacionamento também. Talvez aches que o relacionamento vai durar para sempre, mas o teu parceiro pode não sentir da mesma forma.
Numa relação saudável, ambos os parceiros estão na mesma página, emocionalmente.

Faz actividades que amas 

Tens quaisquer paixões ou hobbies? Tenta fazer algo que te interessa, todos os dias, desde a leitura de um capítulo de um livro a assistir a uma aula de yoga.
Isto vai fazer-te apreciar, todos os dias, a tua excelente companhia.

Reconhece a diferença entre um amor verdadeiro e um amor artificial 

Nenhum parceiro pode corrigir as tuas falhas ou remover os desafios da tua vida. Só tu podes fazer isso. Amor artificial é amar a versão de alguém que criaste na tua mente. Isto raramente é gratificante porque a pessoa que amas na verdade não existe.
Amor verdadeiro é amar alguém pelo que realmente é, com falhas e tudo.

Diz à pessoa que amas que estás a passar por uma mudança emocional. 

Pode ser muito difícil reconhecer que tens uma obsessão. Podes sentir-te confusa e insegura de quem realmente és, o que pode tornar-te emocional ou ligeiramente pegajosa.
Avisa as pessoas na tua vida que estás a passar por mudanças emocionais para que possam entender a tua situação e fornecer-te apoio.

Tenta uma abordagem descontraída 

Achas que tu e o teu parceiro estão bem adaptados um para o outro? Se assim for, percebe que vale a pena esperar. Pode não estar tão emocionalmente envolvido como tu estás agora, mas com o tempo a relação pode crescer – nem toda a gente se apaixona ao mesmo ritmo.

Passa tempo com os teus amigos e familiares 

Ao invés de focares na pessoa que amas, pensa em todas as pessoas que te amam. O teu parceiro não é tudo na sua vida, e passar tempo com os teus amigos e a família irá ajudar-te a perceber que tens outras prioridades, o que te vai ajudar a recuperar a independência.
Força e boa sorte! 😉
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s